Bahia
  • Webmail
  • Fale Conosco
  • Twitter
  • Facebook
  • Sesc Nacional
  • Fecomercio

Programação do Teatro Sesc Senac Pelourinho





MARISE FERNANDES 70 ANOS

Maria Fernandes Gonçalves, conhecida como Marise, nasceu em Aramari, no estado da Bahia. Na sua infância já demonstrava aptidão para o desenho e para a pintura. Dali foi desenvolvendo essa arte como autodidata. Para festejar seus 70 anos de vida, resolveu expor seus quadros, todos em óleo sobre tela. A abertura da exposição acontecerá no dia 2/08, às 19h, e contará com a participação especial do coral Mosteiro de São Bento, em recital sacro. Foyer do Teatro Sesc-Senac Pelourinho. De 2/08 a 6/09, das 13h às 22h.



 

 

 

 

 

 

  

 

 

 

 

 

O PÁSSARO DO SOL 

Adaptado da mitologia indígena brasileira pela escritora Myriam Fraga, o texto narra a história de um jovem que é transformado em pássaro para ir ao céu roubar as chamas do palácio do sol. A encenação utiliza o teatro de sombras, antigo gênero de animação que tem na China uma das mais antigas tradições. As silhuetas são recortadas em couro pela artista plástica Olga Gómez, que também é responsável pela direção e adaptação do texto. Selecionado como “Melhor espetáculo Infantojuvenil” de 2010 pelo Prêmio Braskem de teatro, o espetáculo conta com trilha escrita para a montagem pelo compositor Uibitu Smetak. A história ganha vida pelas mãos dos atores animadores que fazem da grande tela o palco para as aventuras do índio Japú.

Data: 14 de agosto, quinta-feira

Horário: 10h

Local: Teatro Sesc-Senac Pelourinho 

Ingresso: gratuito (até a lotação da casa)

Técnica: Teatro de Sombras

Duração: 50 min

Classificação: livre (recomendado para maiores de 5 anos)

 

 

  

 

 

 

 

PALCO GIRATÓRIO
A Rede SESC de Difusão e Intercâmbio das Artes Cênicas, na sua 3ª etapa 2014, traz a Salvador a Companhia de Teatro Gente Falante (RS), com as seguintes atrações:


Louça Cinderella

o espetáculo conta a história de Cinderela, uma xícara de louça comum, sem adornos ou valor histórico, porém com conteúdo especial, sempre cheia de chás aromáticos e curativos, prontos para esquentar quem estivesse necessitado em noites frias do inverno. Uma divertida e poética adaptação brasileira - inspirada em Gata Borralheira, dos Irmãos Grimm, escrita no século XIX, convertida em teatro narrativo com objetos - criada para compartilhar com o pequeno público as delícias de um “chá das cinco”. Classificação: 10 anos. Teatro Sesc-Senac Pelourinho. Dia 15/08, às 19h e 20h. Ingresso: R$10 e R$5 (meia). Capacidade limitada.

 

Xirê das Águas - Orayeyê Ôh

Nas margens de uma lagoa de águas escuras como o céu noturno e cercado por dunas de areias brancas estabeleceu-se uma aldeia indígena. Somente as índias se banhavam e pescavam nessa lagoa. Os homens da tribo eram permanentemente proibidos de se aproximar das suas margens, pois sumiam magicamente. Essa história sobreviveu mediante práticas da oralidade mantidas pelas lavadeiras e populares moradores da região do Abaeté, em Salvador. Classificação: 10 anos. Teatro Sesc-Senac Pelourinho. Dia 16/08, às 19h e 20h. Ingresso: R$10 e R$5 (meia). Capacidade limitada.



 

OFICINA NACIONAL DE DANÇA CONTEMPORÂNEA
Evento que fomenta, problematiza e divulga estudos e trabalhos emergentes e investigativos em Dança. Em Salvador, a oficina apresenta dois trabalhos no palco do Teatro Sesc-Senac Pelourinho, com entrada franca.

Fonte

A Staccato Cia de Dança apresenta este espetáculo inspirado na obra de Cildo Meireles Fontes, a obra retoma sua questão maior - o tempo - e investiga noções de repetição e duração no solo virtualmente infinito de uma bailarina. Utilizando recursos cenográficos e de vídeo, é construído como uma instalação, em que estruturas coreográficas convivem com referências de imagens que aludem à ideia de tempo. Concepção e direção coreográfica de Paulo Caldas. Bailarinos: Carolina Wiehoff, Maria Aiex, Natasha Mesquita e Toni Rodrigues. Dia 21/08, às 20h. Classificação: 12 anos.


Vis-à-Vis

Uma expressão francesa que significa frente a frente. Produzido entre França (2011) e Brasil (2012), é o terceiro trabalho da parceria entre Andréia Nhur e Janice Vieira. Nesta criação, mãe e filha bailarinas, emergentes de contextos políticos e culturais distintos, conflitam suas memórias e perspectivas de arte. Dia 22/08, às 20h. Classificação: 12 anos.

 

“O Corpo é a Mídia da Dança?” e “Outras Partes”

Projetos de criação do artista Lakka, cujo foco central da investigação está na criação, análise e composição de movimentos em diversas mídias, como o corpo, o telefone, a internet, entre outros. Toda a estrutura do trabalho está dividida em 6 partes/suportes, nesse sentido ele se configura em um projeto multimídia. Conceito e coreografia: Vanilton Lakka. Site e Manual de Instrução:  Mauricio Leonard. Gibi Interativo: Rafael Ventura e Cyntia Reider. Intérpretes: Vanilton Lakka, Cloifson Costa e Fabio Costa. Música: Maria Elena (Xavier Cugat); Take a Look Around (Theme from M:I-2 Limp Bizkit); La Cumparsita (Matos Rodriguez), Se ela dança, eu danço (MC Marcinho). Dia 23/08, às 20h. Classificação: 12 anos


 

 

SESC DRAMATURGIA
O projeto visa estimular a prática das leituras de textos teatrais, apoiar a pesquisa dramatúrgica e provocar a reflexão e o debate sobre a importância da dramaturgia no teatro contemporâneo.
“O Sagrado na Dramaturgia” – Esta oficina pretende abordar as diversas formas de narrativa, linguagem e estrutura dramatúrgicas que envolvem a feitura e a encenação de obras com temáticas relacionadas com o sagrado em suas mais variadas matrizes. E possibilitará aos participantes habilidades para realizar leituras dramáticas e pequenas encenações em suas zonas de atuação. Para tal, contemplou-se dramaturgias dos mais variados estados brasileiros e com propostas estéticas bem diversificadas como: O baile do Menino Deus, de Ronaldo Correia de Brito (PE); O livro de Jó, de  Luis Alberto de Abreu (SP); A procissão, de Gero Camilo (CE); A paixão de Cristo, de João Sanches(BA); Exu, a boca do universo, de Daniel Arcades (BA). A oficina será ministrada pela escritora, dramaturga e diretora Adelice Souza que é formada em Direção Teatral pela UFBA e Comunicação Social pela UCSal. Tem textos publicados e premiados, no formato de livros, revistas e periódicos nos Estados Unidos, Canadá e Alemanha. Com o romance juvenil “O homem que sabia a hora de morrer” foi finalista do Prêmio Jabuti de Literatura em 2013. Teatro Sesc-Senac Pelourinho. Dias 24 (9h às 13h), 25 e 26/08 (14h às 18h). Inscrição presencial a partir de 4/08, 14h às 18h. Valor: R$15,00. Público alvo: estudantes e atores de teatro.



 

INTER - AÇÕES
Este espetáculo surge a partir de um mergulho no samba de gafieira e dos padrões de organização que ele possui dentro das escolas e bailes de dança de salão em Salvador. Propõe uma grande gafieira em um jogo com dicotomias, no qual não há limites entre as partes opostas: o que está dentro também está fora. O que é regra pode deixar de ser. As inter-ações ocorrem no modo de organizar o corpo no espaço e no tempo, com diferentes possibilidades de construções coreográficas individuais, em duplas ou coletivas. O que é previsível se torna inesperado. Dançarinos Co-Criadores: Leandro de Oliveira, Lorrhan Santos, Lucimar Cerqueira, Marcelo Galvão, Maju Passos e Mariana Gottschalk. Composição de trilha sonora: Rafael Xavier. Cenografia: Diego Mauro e Ícaro Vilaça. Fotografia: Gabriel Guerra. Assistente de Direção: Barbara Barbará. Classificação: 12 anos. Teatro Sesc-Senac Pelourinho. Dias 28 e 29/08, às 20h. Ingresso: R$20 e R$10 (meia).


 

 

 

TOMBÉ
Você já tentou entender o sentido das coisas? Você já teve que inventar alguma teoria? Você já teve longas DRs com colegas de trabalho? Você já teve um chefe? Você já participou de dinâmicas de grupo? Você já perdeu o controle? Você já dançou alguma vez na vida? Este espetáculo é para você. É uma espécie de stand up dance comedy, um programa de auditório filosófico, um espetáculo que se reinventa há 12 anos a cada vez que novas palavras, tags, movimentos e relações de poder são criadas. Por isso, ele segue como se tivesse surgido ontem ou como se tudo aquilo que é feito no palco tivesse acontecido com você na semana passada - seja você artista ou não. Uma oportunidade para rir de si. Esta apresentação integra a programação do 8º Encontro de Artes IC - Interação e Conectividade, realizado pela Dimenti Produções Culturais (dimenti.com.br/ic8). Criação e performance: Eduardo Gomes, Fábio Osório Monteiro, Jorge Alencar, Neto Machado e Rúbia Romani. Direção coreográfica: Jorge Alencar. Criação das versões anteriores: Jorge Alencar, Márcio Nonato, Daniel Moura, Vanessa Mello, Adelena Rios. Tema musical original: Osvaldo Ferraz e Tiago Rocha. Projeto de luz: Márcio Nonato. Classificação: livre. Teatro Sesc-Senac Pelourinho. Dia 30/08, às 20h. Ingresso: R$20 e R$10 (meia).

 

 

 

Informações:

Praça José de Alencar, 19, Centro Histórico de Salvador • CEP: 40.025-280

Telefone: (71) 3324-4520 | Fax: (71) 3324-4527

Email: teatrosescsenac@sesc-ba.com.br